CHOCADA! đŸ˜± Rafael Tostas, de 22 anos, passa por uma rotina intensa de terapias para aliviar as sequelas apĂłs cair de um pĂȘndulo de 20 metros de altura, em um ponto turĂ­stico em Campo Magro, na RegiĂŁo Metropolitana de Curitiba. No dia, ele decidiu “comemorar” o prĂłprio divĂłrcio saltando de um pĂȘndulo que fica em uma lagoa formada em uma antiga pedreira. Com a queda, o jovem fraturou o pescoço, a lombar, machucou as costas e o rosto, alĂ©m de outros ferimentos. Quase trĂȘs meses depois do acidente e diversas sessĂ”es de fisioterapia e tratamento, Rafael ficou com algumas sequelas. Entre elas, dificuldade para levantar peso, dor em algumas regiĂ”es do corpo e fraqueza. Ainda bem que nĂŁo aconteceu o pior nessa comemoração, nĂ©? đŸ˜± Fonte: G1

 

CHOCADA! đŸ˜±

Rafael Tostas, de 22 anos, passa por uma rotina intensa de terapias para aliviar as sequelas apĂłs cair de um pĂȘndulo de 20 metros de altura, em um ponto turĂ­stico em Campo Magro, na RegiĂŁo Metropolitana de Curitiba. No dia, ele decidiu “comemorar” o prĂłprio divĂłrcio saltando de um pĂȘndulo que fica em uma lagoa formada em uma antiga pedreira.

Com a queda, o jovem fraturou o pescoço, a lombar, machucou as costas e o rosto, alĂ©m de outros ferimentos. Quase trĂȘs meses depois do acidente e diversas sessĂ”es de fisioterapia e tratamento, Rafael ficou com algumas sequelas. Entre elas, dificuldade para levantar peso, dor em algumas regiĂ”es do corpo e fraqueza.

Ainda bem que nĂŁo aconteceu o pior nessa comemoração, nĂ©? đŸ˜±

Fonte: G1

Postar um comentĂĄrio

0 ComentĂĄrios